Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Anotações De Um Dia Vulgar

 

- Iniciei o meu dia com uma alvorada. Só na paragem. Uma senhora aproxima-se e deposita a sacalhada em cima do banco. Disfarça a sua presença e vai atrás do mupi da paragem. Duas granadas fortes foram largadas. Foram ouvidas em toda a redondeza. Regresso à parte da frente mas não acompanhada de cheirete. Ufa!

 

- Inundação no colégio. A Maria-mau-feitio (que agora me adora e não me larga), resolveu fazer um “lago” amarelinho no local onde estava. Achou que o ambiente estava muito… err… seco?! Ala tudo para o banho! Alguém explica porque temos necessidades primárias quando estamos a brincar?

 

- Maria-mau-feitio, take dois: não sei o que andam estas pitas minorcas a fazer que andam a cair para o lado de sono. A Maria, assim que acaba de almoçar, encosta a cabeça para o lado e começa a roncar. Mas o mais giro foi mesmo a andar de baloiço. Plim, plão, cabeça de cão, e a Maria a dormir no baloiço, ia caindo ao chão!

Nunca tinha visto ninguém a dormir a andar de baloiço… hummm!

 

- Fujam todos… eles andam aí. Pois é, quem é que falou que queria ter animais de estimação? E querem grandes ou pequenos? Pequenos tenho muitos para dar…

A M. apareceu hoje com um penteado novo. Gabei-lhe a “obra de arte” mas só depois entendi tal esmero. A miúda trazia bicharocos na cabeça, vulgarmente conhecidos como piolhos (argh, que comichão!), e ninguém me avisou!!! Pânico geral, e as miúdas em fila para eu lhes atar os cabelos. E eu enfiei uma caneta no meu e fiz um belo penteado. Xô piolhos indesejáveis!

 

Para terminar o dia, estou com uma bela enxaqueca… Se eu apanho a gaja, trinco-a toda!